DESTAQUES

NOTÍCIAS

18/05/2013 09:47:23
Palestras e caminhada marcam Dia Nacional contra a e exploração infantil em São Sebastião
Foto:

Por Assessoria

 

Na tarde desta sexta-feira (17), as ruas da cidade de São Sebastião foram tomadas por uma grande caminhada, que teve como objetivo alertar a sociedade sobre um problema bastante presente na atualidade: o abuso e a exploração sexual contra as crianças e adolescentes. O evento teve como tema: “Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie”.

Centenas de estudantes da rede municipal de ensino, servidores públicos, secretários, vereadores, representantes do CRAS, CREAS e da sociedade em geral participaram do ato que chamou a atenção dos moradores da cidade. Utilizando apitos e faixas com frases de alerta, o grupo concentrou-se inicialmente no Clube Municipal, onde foram ministradas palestras e apresentações artísticas voltadas ao tema.

Uma das palestras foi ministrada pela advogada Miriam Pereira de Araújo, que também é presidente da OAB Mulher. Em sua explanação, a advogada citou um dos crimes mais emblemáticos envolvendo abuso sexual no Brasil, que vitimou a jovem Aracely, há cerca de 40 anos.

“Infelizmente esse foi mais um caso sem elucidação em nosso país. É por estes e outros motivos que devemos continuar lutando para combater esse tipo de crime e que essa luta não ocorra somente no dia 18 de maio, mas em todos os dias do ano”, frisou a advogada.

O prefeito Charles Pacheco, que abriu oficialmente os trabalhos, destacou a presença maciça de crianças e adolescentes no evento. “Fico feliz em ver que a maior parte do público presente é formado por crianças e adolescentes, os principais interessados no tema em questão. É importante que a sociedade esteja de olhos abertos para que um filho, um sobrinho ou um neto não passe por este problema. A violação sexual de uma criança afeta não só o corpo, mas, principalmente, o psicológico, que pode levar anos para apagar esse tipo de lembrança”, alertou Charles.

O ato foi alusivo ao dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Organizado pela Prefeitura, o evento contou com as parcerias das secretarias de Assistência Social, Cultura, Educação e Planejamento, além do Conselho Tutelar, Ministério Público, CMDCA e Poder Judiciário.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Daiana Santos, a família deve estar atenta ao comportamento dos filhos e, no caso de alguma anormalidade, buscar o diálogo.

Antes do grupo sair em caminhada, ainda houve apresentação dos Contadores de Histórias, equipe do PETI e do Projovem Adolescente.

Outras de Assistência Social